quarta-feira, dezembro 16, 2009

Os dentes e o sexo

Tenho vindo a descobrir que ultimamente irrito-me facilmente!....Contudo, nada que um suplemento vitamínico não resolva!

Quando me irrito com coisas significativas...tudo muito bem...monto no cavalo do Sun Tzu, e faço da guerra uma arte....
Quando me irrito com coisas de lana caprina, ainda mais irritado fico por não me conseguir destacar do minguado...

Factos:
A pasta de dentes tem uma tampa de enroscar...

Desvarios:
Ora a p*ta da tampa leva-me 4 segundos a desenroscar e mais 4 para enroscar, porque nem é de fácil manejo. Como eu sou pessoa de lavar os dentes várias vezes por dia, esta tarefa irrita-me um nímio bocadinho...

Estatísticas:
Em prol do argumento e numa simplificação de valores, consideremos que lavo apenas os dentes 3 vezes por dia!...Ora no processo (3x8), perdi 24 segundos...e se tivermos em mente que o valor médio de um orgasmo masculino é de 20 segundos...este tempo desperdiçado poderia ser redireccionado a franzir a fronha e a contorcionismo circense!

Continuemos...(pois que pigarreio!)

Por dia, e por ano não bissexto, contas feitas...há aqui uma perda de 146 minutos...ou seja 2.4 horas...
Ou noutro prisma, 438 orgasmos anuais perdidos....orgasmos esses que contribuiriam para uma menor irritabilidade e a uma mais leve atitude face às vicissitudes da vida...


Conclusões:
-Higiene oral dificultada redunda numa reduzida vida mono-sexual (ou pluri, dependendo do modus vivendi de cada um!)

Estratégia de Damage-Control:
-Mudar de pasta dentífrica com snap-on-off abertura ou acariciar-me enquanto enrosco e desenrosco a actual embalagem! (Como é que será ter um orgasmo com a boca cheia de espuma?)



Surpreende-me que nem toda a gente esteja ciente destes factos...

14 Reacções:

Luy disse...

Fiquei sem reacção... tudo porque comecei a pensar no tempo que se perde a rodar as chaves nas portas, que nem sempre abrem à primeira, o tempo gasto a rodar a maçaneta da porta, a rodar o volante do carro, a abrir o compal nectar e a garrafa de água.
Conclusão: quando rodamos qualquer coisa perdemos tempo e um orgasmo!

Kapikua disse...

Caro Hydra:

Há muita gente que não pensa nesse e noutros factos que podem influenciar sobremaneira a nossa procura incessante da felicidade! :)

Grande abraço

pinguim disse...

Ainda bem que não desististe de lavar os dentes...
E pior ainda seria deixar de ter orgasmos...
Acho que arranjaste o equilíbrio certo; mas olha que essa de ter um orgasmo com a boca cheia...


...de espuma (mentes perversas)!

Angelo disse...

O Pinguim está certo... Cof, cof!

divagacoesaoluar disse...

Eu voto pelo acariciares-te enquanto enroscas/desenroscas :D

Garras disse...

Ter um orgasmo com a boca cheia de espuma poderá levar-te a pensar se nao terá sido um orgasmo provocado por uma dose elevada de raiva...
raiva de alguem, por alguem, com alguem...
you tell me!!!

abraço

Uma tal de Patrícia disse...

Depois de te ter imaginado em auto-acariciamento bem sucedido com a boca cheia de espuma, nada mais será como dantes.

Speedy disse...

acho que não te consegues masturbar ao mesmo tempo que esfregas os dentes. Ainda acontece algum acidente

JoaoR disse...

Muito bom. Ri-me um bom bocado.

Abraço.

Celeste disse...

Tenho três palavras para ti...

Vai-fazer-coisas. Rápido!

Beiji**

Mike disse...

Um orgasmo com a boca cheia de espuma, soa mais a ataque epiléptico.
Mas embora se ganhe tempo com o sistema snap-on-off há toda uma eternidade de minutos que se perdem a apertar a pasta, quando se está a acabar.
Mas nunca tinha pensado nestas contas...até agora.
Cada vez que lave os dentes, vou começar a deitar contas à vida.

Individual(mente) disse...

Se utilizares uma escova eléctrica com depósito de pasta de dentes tens ainda toda uma vida de orgasmos pela frente...
... ou por trás ou... well, you got it!

Sónia disse...

Pois que, a mim, só me resta agradecer-te este raciocínio tão lógico e tão matemático. Eu cá não desperdiçaria a pasta de dentes - usá-la-ia até que ela terminasse (a vida não está para desperdícios) - e apostaria na hipótese última: acariciares-te enquanto escovas os dentes. Mas com a promessa de depois partilhares connosco a experiência!

João disse...

LOOLOL
So tu primo