domingo, maio 30, 2010

O peão do inferno

Sábado à noite...!

Um carro galga o passeio onde eu estou...travando-me a marcha ritmada e tão cheia de estilo, yóooo!

Senti-me oprimido no meu papel de pedestre...chego-me à janela do condutor e vocifero:

- Hey...carro, estrada...estrada, carro...peão, passeio....passeio, peão! - Adicionando gestos indicadores ao meu discurso para melhor clarificar a distinção dos conceitos!

O condutor olhou-me esbugalhado revirando ambos os lábios para o interior da boca, surpreso!

Continuei, com desfaçatez:

- Percebeste? E na próxima aula vamos cobrir sólidos geométricos!

Rosnei e alcei perna a perna por cima do pára-choques, retomando o préstito da noite!

2 Reacções:

Mike disse...

De certeza que não penteaste a franja muito violentamente e com isso assustaste o ébrio condutor?!LOL :-)

pinguim disse...

E eu a ouvir cantar os grilos numa soberba noite num monte alentejano; quanto não vale a ruralidade!