quarta-feira, setembro 08, 2010

Quem não achar graça, que saia pefavor!

1ª anedota (Esta inventei-a eu hoje...passei o dia a rir por isto ser tão giro, e por achar que tão giro sou!)


There were two guys standing outside. One left. The other right!


2ª anedota (ouvi-a como retruco à minha contribuição...e elejo-a (credo que palavra horrorosa!) como a mais imaginativa que já ouvi...é linda!)

Have you heard about the crow that won an Oscar? He was outstanding in his field!

9 Reacções:

Speedy disse...

Comentadores, se algum de vocês conhecer o Hydra pessoalmente, dêem-lhe um calduço por mim se faz favor. obrigadinhos

Mike disse...

Prontes, onde é que está a graça? Estou já a sair!!!
GAR-GA-LHA-DAS!!!

zeh disse...

*zeh toh sai de fininho enquanto abana a cabeça e murmura "tsc tsc tsc..."*

silvestre disse...

Gostei muito da segunda.
Quanto à primeira, talvez sejas um incompreendido como a minha amiga que trabalha num lar e que disse à D. Esperança (senhora idosa sempre com a mania que vai morrer amanhã) não «se preocupe porque a esperança é sempre a última a morrer». Ela não percebeu.

Ritchie disse...

opah eu gosto... e olha... estavam duas ervilhas em cima de uma árvore... uma caiu, a outra chama-se António!

Opah... imagina isto dito copm o ar mais blasé do mundo no meio de uma sessão de anedotas... toda a gente ri até mais não... ou será mque o fazem para eu não dizer mais nenhma?

Angelo disse...

Eu já te disse o que tinha a dizer.

X disse...

Hum? hã? Pois... Também tenho dias assim. Vai dormir que isso passa.

Faz uma piada com pandas. Pode ser que resulte melhor...
;)

Dark angel disse...

Eu JURO que tentei não comentar...
mas não resisti, a carne é fraca :P

Onde andam eles quando é preciso? Tá mal... tenho que lhes dar o link deste post... ;)

http://www.youtube.com/watch?v=NSZqutI1aZs

Bom domingo
Beijinho*

euzinho disse...

Eu acho geniais, adoro uma piada que só tem piada porque não tem piada!Rio que nem tonto!

2 achegas que em tempos também me deliciaram:

Qual é o contrário de sk8?
Mollhei-te!

E o contrário de paixão?
Mãe tecto!