segunda-feira, dezembro 10, 2007

O Sorriso de um "Romeu"

A semana passada recebi a notícia de que alguém com quem eu havia trabalhado no UK, se tinha suicidado...

Pertencíamos ao mesmo grupo de investigação, frequentávamos as mesmas reuniões aborrecidas, e aquele homem, tinha sempre um sorriso estampado no rosto...Alguns do meu subgrupo, costumavam chamá-lo de Joker, dado o perpétuo sorriso...

As minhas conversas com ele, não passavam do bom dia e boa tarde e a ocasional lana caprina contextual do curso de trabalho. Ele chegava sempre atrasado a tudo o que estava marcado....era a Trade Mark dele!...Mas sempre belissimamente arranjado....as calças com vinquinho (!!!)...tudo caríssimo....
Ele era entre vários cargos, Professor Catedrático....e um cientista de renome na área das Físicas...

E num segundo estelar a vida de T. tinha acabado, com tudo aquilo que ele tinha conquistado, e que era seu...com tudo o que tinha vivido e com todas as marcas que tinha deixado...
E tudo aquilo que T. tinha para ensinar se perdeu assim...

Há duas semanas atrás...a mulher dele tinha morrido...hoje sabe-se que T. pos término à sua vida porque não conseguiu ultrapassar a ida da mulher...

Cursum Perficio T.


"In fair Cambridge we lay our scene (...) a pair of star-crossed lovers take their life"




PS- Desculpem o tema do post, mas nem sempre a vida me faz rir e isto não me sai da cabeça...

32 Reacções:

AllenGirll disse...

O amor é capaz de dar origem às mais maravilhosas coisas, mas também às mais horríveis.O amor que ele sentia pela esposa era tão forte que não conseguiu suportar...Que sofrimento ele deve ter passado...Fizeste muito bem em colocar este post. Desabafaste, deste a conhecer ao "mundo" que tinhas um amigo que partiu nas piores condições e acima de tudo, fizeste-lhe uma certa homenagem. Ele merecia.
Agora, força pra ti* Não te quero ver triste durante muito tempo!*

AllenGirll disse...

Hydrazito, ainda gostava de saber qual é o segredo para teres o título do blog tão atractivo e natalício!
Tens de me ensinar a "embelezar" o meu :P kiss kiss*

mjf disse...

Olá:o) Hydra
O fim pode ter sido triste, mas o motivo foi amoroso.
Para a sua perda, apenas posso dizer, que nada do que é importante se perde verdadeiramente...
Beijos

mik@ disse...

master toma um xi-coração da tua pupila... que isto hoje anda dificil. aih aih... haja paciência master :) a vida nem sempre nos sorri e essas coisas acontecem... mas ficam as boas recordações :)

p.s. olha ainda não leste o meu p.s porque estava a edita-lo quando comentaste... pq a saga continua e hoje so me da pra dizer asneira :(

Anita disse...

Agora perdi o meu sorriso:( que história tão triste:( Não há nada pior do que perdermos aqueles que amamos mais que a própria vida :(
Muita forçinha para ti;)
Bjinhos grandes****

Flor de Sal disse...

Já leu o livro "O Segredo"?
Segundo O Segredo não devemos pensar neste tipo de coisas. Só devemos pensar em coisas boas, pois coisas boas atraem coisas boas. Bem, isto na prática é extremamente dificil, mas eu ando a tentar! Mal não me háde de fazer!!!
Obrigada pela visita

>> nim disse...

já não se fazem românticos assim.

mik@ disse...

p.s.2: master tas todo 'nito, muito natalicio :) até o cabecinha de melão está fofinho eh eh

medusasss disse...

É realmente uma história muito triste.
Agora TU Hydra!!! Toca a animar que a vida são dois dias plus uns segunditos, e há muita coisa ainda para acontecer!!!
Beijinhos

ups disse...

Imagino o que deves sentir... Deve ser muito estranho receber uma notícia destas sobre uma pessoa que conheceste e com quem passaste algum tempo, mesmo que não fossem muito próximos. E a história dele é realmente muito triste. É preciso estar num estado extremo de desespero e sentir que mais nada vale a pena para acabar com a própria vida.

Gostei que tivesses partilhado isso connosco e espero que de alguma forma te tenha ajudado.

Bjinho

Sarokas disse...

confesso que é sempre complicado saber da morte de alguem que nos é tão próximo..eu há cerca de 15 perdi uma prima com apenas 17 anos num (estupido) acidente de automovel...ontem perdi o elo que sempre me ligou a ela e me deixou sempre a lembrança dela, a minha tia-avó morreu ontem num sono muito sereno...
é complicado...mas resta-nos as lembraças de quem nos é querido! Lembranças essas que nunca ninguem nos pode fazer esquecer...
beijokas electricas

PS: peço desculpa pela mudança de sexo... ;)

Brama disse...

Não tens nada de pedir desculpa por o tema ser mais sombrio ... se é que o termo é o melhor a aplicar. Nem sempre temos de falar de coisas positivas porque infelizmente a vida não é mesmo uma festa constante, há momentos bons e momentos mt maus. Sabes que mais, eu respeito o suicídio. Ponderados todos os prós e contras, a pessoa decide sobre si mesma e entende que não em sentido continuar neste teatro da vida. Eu sei que quando é alguém do nosso conhecimento a conversa é outra e ficamos perplexos e pensativos ... mas no fim, sentimos que a pessoa optou sobre si própria, sobre o seu corpo e o seu espírito e decidiu uma de duas coisas: continuar ou finalizar, sendo que continuar também pode ser suicidar-se e finalizar também pode significar estar morto em vida

Cris disse...

Quando o outro é o nosso essecial!
...e tudo se perde.

pena amigo
beijo

Umabel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Umabel disse...

Aí Hydrita, nem sei que te diga amigo... como vês não é preciso erros para se ver que és humano.
Pela experiência que tenho, se o coração apertar desabafa da forma que te traga mais alivio, de forma a te libertares desse pensamento o mais rápido possível.
Já perdi familiares bem próximos, e doeu muito claro... mas também foi uma lição de vida aprendida... hoje dou muito mais valor à vida e prioridade ao essêncial do que o acessório.
De resto, se puder ajudar em alguma coisa, estamos aí amigo.

Beijinhos cheios de carinho e um abracinho aperta ossos

Graduated Fool disse...

Há pessoas que não aguentam o sofrimento que é perder quem se ama. Outras não conseguem esperar que esse sofrimento diminua e acabam por partir deste mundo, não tendo esperança no tempo.
Sei bem o que isso é, acredita.

fj disse...

sairá sim!
a vida continua amigo.
Um abraço de boa noite

Paula disse...

É sempre triste quando sabemos que alguém que conhecemos morreu.
Mesmo que seja alguém que passou superficialmente por nós, na nossa vida.
Era uma vida. Um ser humano.
Um ser humano que sucumbiu à pressão que se chama viver.
Rest in peace... E que tenhamos forças para nunca sucumbirmos.
Beijinhos!

Pearl disse...

A morte é sempre algo dificil de se encarar. Principalmente quando se trata de um suicidio! Quero dizer, pensamos, como pode alguém pôr termo à sua própria vida assim? Ainda ontem falei com esta pessoa e ela estava bem, trocámos galhardetes e agora já não está entre nós...
É sempre complicado lidar com esta situação. Mas é um facto que acontece e tem que acontecer!
Antes tinha uma perspectiva diferente sobre a morte até que aconteceram alguns factos que me mudaram: o ter lido o Todos os Nomes de Saramago, a morte do meu avô há 6 anos, e mais recentemente o livro Intermitências da Morte também do Saramago.
Enfim, se tiveres tempo, paciência e vontade lê estes livros, ou se calhar até já leste, mas são impecáveis.
Sei, simplesmente sei, que as coisas acontecem porque tem que acontecer e a nossa influência nesses factos da vida (ou morte) é diminuta!
Fica bem, querido Hydra!!!
:o)))***

Para sempre, Maria disse...

N tens nada que pedir desculpa...Eu escrevo só baboseiras, mas é mesmo para esquecer as coisas más. Se te ajuda "falar" no assunto, nós estamos cá para te ouvir.
Desconcertante, aquilo que contaste.
beijo

Suspeita disse...

A vida é triste e cruel, por vezes... Um senhor que sabia tanto, mas não soube como viver sem a sua amada! É romanticamente triste! Não sei se o faria... mas eu sou daquelas que acredita que, por vezes, o suicídio é um acto de coragem! Não estou a dizer que foi o caso, mas... só sabemos como reagimos ás situações qd passamos por elas...

Um beijinho de força!

Play Girl disse...

O resultado � muito triste. Mas invejo esta hist�ria de amor. � assim que a interpreto. Uma hist�ria de Amor. Muito bonita.

Hydrargirum disse...

Eu quero agradecer a todos vcs as vossas palavras bonitas, de ânimo, de indentificação, de compreensão face a esta situação...

Mesmo tendo contornos românticos...esta história choca-me...e aliás...hoje em dia tanta coisa me choca, basta abrir um jornal....mas é como alguns de vocês disseram...basta a pessoa ser-nos algo próxima ou conhecida, que a história assume outra proporção....

Eu não consigo sequer imaginar o que lhe devia ir na alma, para o levar a tomar uma atitude assim...

Deus nos livre de algum dia estar em posição semelhante...e como eu disse à Sarokas, no blog dela...
espero vivamente que o outro lado exista e que seja tão melhor do que cá....

Beijinhos e abraços para todos!
:)

Rita disse...

Pois é nem só de coisas boas é feita a vida e se bem que a maioria das vezes (felizmente) andemos com um sorriso na cara também sabemos que às vezes tal não é de todo possível.
Este desfecho foi sem dúvida triste para quem cá fica mas não seria muito mais triste para ele se também cá ficasse (sem ela) quem sabe se não a reencontrou e se não estão agora os dois com um belo sorriso na cara...
Vamos pensar que sim.
Jokas

Jasmim disse...

Hydra, a história deste "Romeu" é realmente triste, e imagino que isso tenha mexido contigo dessa forma. Somos humanos e é natural sentirmos tristeza e incompreensão quando uma situação destas acontece. Mistérios da mente e comportamento humano...

TheTalesMaker disse...

Já me tinhas contado esta situação pessoalmente e percebi que estavas triste e perturbado. Só espero que esse sentimento não te consuma e que aos poucos passe, ok? Tens que deixar de pensar nisso, mesmo sabendo que foi alguém próximo, que se cruzou na tua vida durante uns tempos. Vá sossego e juízo nessa cabeça.
Abraço

Hydrargirum disse...

Rita: De facto Rita, muitas vezes um sorriso pode esconder uma profunda amargura...:( "Sim, Que Se Permita" que eles estejam os dois juntos hoje!!!Espero que sim....tenho fé que sim!
Jinhos:)

Jasmim: É Jasmim...há coisas que são incompreensivelmente....eu nem sei acabar esta frase...terrível...
Por isso é que espero que exista um Mundo melhor do outro lado!!!!
Jinhos:)

TheTalesMaker: Isto passa-me...vai passando...mas ainda não me saiu do pensamento...até pq tenho "andado em cima" da notícia...
Abraço:)

pinguim disse...

Compreendo-te perfeitamente e este texto levar-nos-ia a várias considerações, nomeadamente sobre o pôr fim à vida; mas apenas falo num aspecto mais comum, que é a muito difícil adaptação do homem á perda da mulher, ao contrário da mulher que se refaz mais fàcilmente; por geralmente o homem partir primeiro, isso passa por vezes desapercebido, mas, apesar de tudo, conheço alguns casos...ainda falamos que somos o sexo forte...
Abraço.

Hydrargirum disse...

Pinguim: De facto...o que disseste levar-nos-ia sim em diversas direcções...E tens mta razão no que referiste...
Conheço alguns casos assim mesmo!:(...E de forte o nosso sexo acho que nesse aspecto tem pouco!

Abraço:)

Paulo disse...

ainda escreverei sobre suicídios, mas compreendo que saber da notícia não provoque nenhum ataque de riso!

Hydrargirum disse...

Paulo: Não provoca de todo...aliás qualquer morte...:/

Paulo disse...

yep!